segunda-feira, 27 de junho de 2011

Módulo Básico de Informática - Segunda etapa....

ATIVIDADE - O computador e seu funcionamento

Nesta atividade, você aprenderá a escolher um bom computador. A atividade consiste em especificar um computador para o laboratório de sua escola.
Como fazer?
Acompanhe as leituras recomendadas no conteúdo do módulo e faça suas pesquisas.
Elabore um pequeno texto especificando os componentes de um computador para sua escola.
Atente para a descrição dos seguintes componentes:
Processador; Memória RAM;
Unidades de disco (disco rígido, CD-ROM, DVD);
Configuração de vídeo (monitor e placa de vídeo);
Configurações adicionais (USB, Webcam, rede);
SISTEMA OPERACIONAL.
A atividade deve ser feita individualmente.


UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E
TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO
PÓLO DE HERVAL

CURSISTA: Lutiele Botelho


Na escola onde trabalho, preciso de um computador bem equipado. Por não possuir uma sala de informática onde os professores e alunos possam fazer pesquisas e trabalhos, seria necessário de ter um computador avançado ou se possível um laboratório de informática, com os seguintes componentes.
O processador do computador é o cérebro da máquina, quanto melhor e mais potente, melhor será o funcionamento do computador. Ele é a parte fundamental do computador, ele processa dados, controla o funcionamento do computador e opera todos os dispositivos, no entanto o processador para o computador de minha escola não precisa ser os de “top de linha”, isto é, o mais avançado, afinal, não será utilizado para jogos pesados, e sim utilizados para pesquisas, trabalhos e jogos leves. Um processador para aplicações básicas, como execução de vídeo e áudio, acesso à internet, jogos leves e programas comuns, tal como um de Processador Intel Core 2.8GHz .
É claro que nada adianta ter um processador de top de linha, se a memória RAM não for das melhores, neste caso, o computador de minha escola precisaria de uma memória RAM bem avançada, que ajudaria o computador a não ficar lento, e um desenvolvimento satisfatório iria auxiliar que o computador não ficasse lento e com menor chance de travar. A memória RAM consiste em guardar informações no computador, este tipo de memória é capaz de armazenar as informações de modo temporário. Quanto mais memória, melhor e maior é a velocidade da máquina, neste caso colocaria uma memória de 2GB 1333 MHz.
Uma vez que a memória RAM é temporária, as Unidades de Disco- disco rígido não é reversível, popularmente conhecido como HD, é a memória permanente do computador, Os programas e os arquivos gravadas nesse dispositivo, que é caracterizado como memória física não-volátil, não são perdidos quando o computador é desligado. No computador de minha escola precisaria de uma capacidade de armazenamento de 3GBs 5900rpm 32 . O computador também precisaria de unidades de leitores e gravadores de CD´s e DVD´s, que ficam ligados a caixa de som e a placa mãe.
Como dispositivo de saída temos o monitore placa de vídeo, neste caso o computador de minha escola precisaria de um monitor LEG LED 21,5, já que o monitor é o principal dispositivo de saída pelo qual podemos visualizar os dados e os programas em funcionamento. Sendo que uma boa qualidade da imagem está relacionada à placa de vídeo, que é responsável por enviar, ou até gerar, os sinais de imagem do computador para o monitor. Mais uma vez, uma boa escolha de placa de vídeo deve levar em conta o poder do processador e a capacidade de memória, que no caso seria de 1GB.
Já os dispositivos de entrada seriam aqueles no qual eu colocaria para um desempenho mais facilitador, no computador de minha escola não precisaria de WEBCAM, já que não utilizaríamos para videoconferencias, precisaria sim ser conectada a rede de internet, para pesquisas, bem como com entrada para USB para facilitar os pesquisadores, caso queiram carregar suas pesquisas para pendrive, ou outros dispositivos.
Chegamos agora no Sistema Operacional da máquina que será instalada na minha escola. Sabemos que um Sistema Operacional é formado por um conjunto de programas e rotinas computacionais. O sistema operacional é um gerenciador de recursos, ele é responsável por controlar as aplicações que podem ser executadas. O computador de minha escola irá possuir o Sistema Operacional Windows XP, pois através de uma pesquisa com os usuários este é de melhor compreensão..

Sites Consultados
http://www.pontodohardware.com.br/, acessado em 09/04/2011 ás 18:45.
http://uab.ifsul.edu.br/midias/moodle/conteudo/ciclo_basico/mi/tutoriais/computador/computador_pecas.htm?ID=1, acessado em 09/04/2011 ás 16 horas

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E
TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO
PÓLO DE HERVAL

CURSISTA: Roberta Medeiros


Processador

É um dos itens que mais influenciam no desempenho da máquina. Para aplicações básicas, como execução de vídeo e áudio, acesso a internet, jogos leves e programas de escritório, processadores de baixo custo são suficientes. É importante se certificar de que o processador da máquina está acompanhado de um cooler apropriado ou de outro dispositivo de controle de temperatura.

Memória RAM

O recomendável é uma memória RAM de 2 GB para rodar as últimas versões do Linux com o mínimo de eficiência. Se tivermos um processador rápido, quanto mais memória, melhor.

Unidades de disco ( disco rígido, CD-ROM, DVD)

Na escolha de um HD não deve-se considerar somente a capacidade, mas também a velocidade de rotação dos discos, que é medida em RPM (rotações por minuto), e isso está ligado à interface de comunicação do dispositivo. O recomendável é o disco rígido no padrão PATA ( Parallel Advanced Technology Attachment), também conhecido como IDE- trabalham com rotações de 5.400 a 7.200 RPM. No momento a capacidade padrão é de 500 GB.
Hoje em dia, é recomendável ter um dispositivo DVD-RW, esse drive é um dos mais completos, pois lê e grava CDs, assim como lê e grava DVDs.


Configuração de vídeo (monitor e placa de vídeo)

Hoje, a tecnologia LCD (Liquid Crystal Display) é bastante popular, pois são mais leves, ocupam menos espaço físico e oferecem excelente qualidade de imagem, um monitor de 17 polegadas seria o ideal. Também é importante verificar se o monitor possui no mínimo as conexões VGA e DVI e atualmente HDMI também é um diferencial.
As atuais placas de vídeo trabalham com o slot PCI-Express, mas ainda se encontra modelos que utilizam a tecnologia AGP ( cada vez mais em desuso). Antes de escolher uma placa de vídeo é preciso verificar qual a tecnologia em que trabalha a placa mãe. Os chips gráficos mais procurados no mercado são fabricados pela NVÍDIA e pela AMD.
Outra característica importante a se obeservar é o conector de vídeo, é preferível placas de vídeo e conectores DVI, pois oferece uma melhor qualidade de vídeo.

Configurações adicionais (USB, webcam, rede)

A atual versão de USB é a 2.0 e tem como principal diferença a velocidade na troca de transmissão de dados, portanto é importante verificar se o computador possui essas entradas.
Webcam é uma câmera de vídeo de baixo custo que capta imagens e transfere para um computador. Pode ser usada para videoconferência, monitoramento de ambientes, produção de vídeo e imagens para edição. A maioria das webcams é ligada ao computador por conexões USB, e a captura de imagem é realizada por um componente eletrônico denominado CCD.
Uma rede de computadores consiste em dois ou mais computadores e outros dispositivos interligados entre si de modo a poderem compartilhar recursos físicos e lógicos, os quais podem ser: dados, impressoras, mensagens, (e-mails), etc.
A Internet é um amplo sistema de comunicação que conecta muitas redes de computadores. Existem várias formas e recursos de vários equipamentos que podem ser interligados e compartilhados, mediante meios de acesso, protocolos e requisitos de segurança.

Sistema Operacional

Na educação, a adoção de softwares livres traz inúmeras vantagens, destacando-se inicialmente a questão econômica, pois os custos de manutenção de laboratório de informática nas escolas por meio de softwares livres são bem inferiores se comparados ao software proprietário.

As vantagens do Linux sobre as diversas versões do Windows são várias, entre elas:

• É mais seguro e estável, sendo um sistema altamente indicado para instalações de missão crítica. Servidores Linux são capazes de funcionar ininterruptamente por mais de um ano.
• Por ser extremamente modular, é mais leve que as diversas versões do Windows, podendo ser utilizado por micros 486 (e até mesmo por 386 funcionando como terminal remoto), enquanto que para rodar as versões mais novas do Windows (somente o sistema operacional) é necessário um micro com um processador veloz e com uma grande quantidade de memória.

• O Linux oferece diversas opções de interfaces gráficas, com centenas de aplicativos, permitindo que o sistema seja mais flexível e personalizável.

• A maior parte dos aplicativos para o Linux é de livre distribuição e utilização ou de baixo custo. Existe até mesmo Suíte de programas compatível com o Office da Microsoft distribuída desta maneira. Há também gerenciadores de Banco de Dados SQL, programas gráficos de edição de imagens, jogos, etc.

• Muitos programas desenvolvidos para o ambiente DOS em Clipper são facilmente portados para a plataforma Linux. Mesmo se isso não for possível, existem emuladores DOS livres que permitem rodá-los sob o Linux.

• É muito mais seguro no que se refere a ataques de vírus. Não existem vírus para Linux.

• É mais seguro quanto a proteção de arquivos do sistema. Usuários comuns não têm acesso aos arquivos do sistema, sendo assim, sua instalação não desconfigura facilmente como acontece com o Windows.

• É um sistema ideal para redes e acesso à Internet.

• É um sistema realmente multiusuário.

• É um sistema realmente multitarefa.
• É o Sistema Operacional que proporcionalmente mais cresce no mundo.

• O Linux e os programas escritos para ele estão em constante atualização, você decide quando, como e o que atualizar.

• E o mais importante: É Software Livre!
Após analisar todos os componentes acima, acredito que a melhor configuração para o laboratório de informática de nossa escola seja o descrito abaixo:

Monitor LCD 17" 716Vwy Widescreen Multimídia – AOC
• Ângulo de Visão: Horizontal: 140º / Vertical: 130º
• Caixas acústicas embutidas: Sim
• Tempo de resposta: 8ms
• Conexões: Analógico (RGB), Digital (DVI-D)
• Conteúdo da Embalagem: 1 Monitor
• Dimensões aproximadas do produto (cm) - AxLxP: 40,4x31,9x21cm
• Fornecedor: AOC
• Garantia do Fornecedor: 12 meses
• Marca: AOC
• Modelo: LCD 17" Widescreen 716Vwy
• Peso líq. aproximado do produto (kg): 3,2kg
• Pixel Pitch: 0,291 mm
• Referência do Modelo: 716Vwy
• Resolução Máxima: 1440x900
• Tamanho da tela: 17"
• Tipo de Monitor: LCD
• Voltagem: Bivolt
CPU Dual Core E2160 1.8GHz 2GB 250GB DVD-RW Linux – ICC

• Barramento: 800MHZ
• Conexões: 1 Porta PS2 para teclada, 1 porta PS2 para Mouse, 1 porta Serial, 1 Porta Paralela, 4 Portas USB, 1 Porta VGA, 1 Porta RJ 45, 1 Entrada para Microfone e 1 Saida para caixa de som / Fone de ouvido
• Conteúdo da Embalagem: Teclado, mouse, caixa de som, CD de drivers, cabo de força e manual
• Dimensões aproximadas do produto (cm) - AxLxP: 41x18,5x45cm
• Drives: DVDRW - Gravador e leitor de DVD/CD
• Fax Modem: 56K V.92
• Fornecedor: ICC Brasil
• Garantia do Fornecedor: 12 meses
• HD: 250GB Sata 7200RPM
• Marca: ICC
• Memória de vídeo: OnBoard até 256MB, Display no modo dinâmico para Flat-Pael, Widescreen, e suporte para TV Digital
• Memória RAM: 2GB DDR2 667MHZ
• Modelo: CPU Dual Core E2160
• Mouse: Óptico PS2 na cor preta com 2 botões e scroll
• Peso líq. aproximado do produto (kg): 10Kg
• Placa Mãe: não informado
• Processador: Intel Dual Core E2160 1.8GHZ
• Rede: 10/100 on board, Wake on lan
• Referência do Modelo: E2160
• Som: On Board de alta definição, 3D, 5.1 Canais, acompanha caixa de som preta
• Teclado: PS2 Padrão ABNT2 Preto
• Voltagem: Bivolt
• Sistema Operacional: Linux

Fontes de pesquisa:
ALECRIM, Emerson. Software livre e software gratuito: a diferença. In: http://www.infowester.com/linux.php . Acesso em 10/12/2004.
WWW.infowester.com
WWW.recantodasletras.uol.com.br
WWW.vivaolinux.com.br
WWW.celgi.com.br
WWW.shoptime.com.br


UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E
TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO
PÓLO DE HERVAL

CURSISTA: Vitor Hugo de Souza Almeida


COMPONENTES DO COMPUTADOR

Para que a escola adquira um computador que atenda as necessidades dos professores e alunos, segundo a Prfa. Dra Liane Rockenbach Tarouco na escolha do computador observar a forma que não seja desatualizado em seguida, e recomenda que, para maior velocidade no processamento dos dados, utilizemos o processador AMD Semprom 140 2.70GHz com memória de cachê 512 KB, ainda a “memória utilizada pelo processador como um meio rápido e temporário para a contenção de informações (dados e programas) durante a execução em um determinado momento” memória RAM 2 GB.
Conforme Liane a “da capacidade de armazenamento (calculada em GB – Giga Bytes), os HD’s podem variar segundo as tecnologias que influenciam nas velocidades de rotação para leitura e da transmissão dos dados ao processador” a velocidade está relacionada a capacidade do disco, desta forma o HD 320 GB seria o suficiente para cumprir esta função. Entre outras unidades ótica: DVD-RW. “Os acionadores de CD-ROM e DVD-ROM são peças que tornam possível a leitura de CD’s e DVD's no computador. É importante notar que existem unidades que não só lêem, mas também gravam CD’s e DVD's”.
Enquanto ao monitor, escolhi LCD (Monitor LCD 21,5” Phillips), conforme a autora esse monitor apresenta uma tecnologia mais moderna, consequentemente com um custo mais alto em relação ao CRT. Entretanto, o LCD apresenta um tamanho menor, não emite radiação e provoca menos cansaço à visão.
Sistema operacional Linux, que segundo Augusto Campo qualquer pessoa pode utilizar, estudar, modificar e distribuir livremente o sistema, além de converter os programas de outros sistemas operacionais.

REFERÊNCIAS
http://www.twenga.com.br/
http://www.abrilshopping.com.br/
http://www.shoptime.com.br

sábado, 25 de junho de 2011

Nossos primeiros trabalhos III... final do Primeiro Módulo!!

Módulo Introdutório - Integração de Mídias na Educação

Etapa 4 - Atividade 3 - Esboço do Projeto


A partir do diagnóstico feito o próximo passo é elaborar um esboço do Projeto para se desenvolvido com os alunos no contexto de sala de aula.
Como fazer:
Elabore o esboço do projeto contemplando os seguintes itens:
• identificação de sua escola
• tema da proposta
• objetivos (descrever o foco de aprendizagem que pretende propiciar aos alunos)
• justificar porque deste objetivo
• público a ser envolvido (Série/ano)
• mídias e tecnologias a serem utilizadas
• proposta preliminar das etapas/ações a serem realizadas
• período de realização.

Alguns trabalhos:

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E
TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO
PÓLO DE HERVAL

CURSISTA: Nadia Beatriz de P. Lemos


Dados de Identificação:
Escola: I. E. E. São João Batista
Endereço: Av. Osvaldo Aranha, 241
Município: Herval
Fone: (53)32671725

Projeto: Cuidando do nosso corpo

Objetivos:
O aluno deverá identificar as partes do corpo (cabeça, tronco e membros), conhecer os cuidados com o corpo e hábitos de higiene e trabalhar a lateralidade.
Justificativa:
Observando a necessidade de estimular o aluno a descobrir e conhecer progressivamente seu próprio corpo, desenvolvendo e valorizando hábitos de cuidados com a própria saúde, justifica-se o presente projeto.
Público alvo:
Alunos do Pré-escolar.
Mídias e tecnologias a serem utilizadas:
Computador, data show, rádio e revistas.
Proposta preliminar das etapas/ações a serem realizadas:
• Trabalho com músicas infantis sobre higiene;
• Recorte e montagem de gravuras identificando as partes do corpo;
• DVD com filme sobre a importância dos cuidados com o corpo;
• Trabalhos sobre higiene realizados na sala de informática com jogos educativos on-line.
Período de realização:
De 30/03/2011 a 05/04/2011.

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E
TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO
PÓLO DE HERVAL

CURSISTA: Angela Celoi Medeiros


Projeto

• Identificação da escola:
 Escola: E. M. E. F. Carolina Anália Morais Sais.
 Localidade: Assentamento Bamburral, estrada Serra- zona rural.
 Município: Herval
 Estado: RS
 Obs.: A escola fica localizada em um Assentamento . Recebe alunos do Assentamento e das regiões vizinhas. A clientela da escola são alunos de 1ª ano a 8ª série, funciona em turno integral , segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira.

Tema da proposta:
Uso da pesquisa em computador.


• Objetivos:
 Usar computador;
 Pesquisar tema pré-selecionado;
 Expressar-se oralmente e através da imaginação;

• Justificativa:
 A partir do momento em que na escola há um pequeno laboratório de informática (sem internet), onde os alunos gostam de ir para jogar e desenhar; percebe-se que os mesmos precisam conhecerem outras funções que o computador oferece, dentre elas a pesquisa.

• Público envolvido:
 6ª série nas disciplinas de Português, Artes e Espanhol.

• Mídias e tecnologias:
 Computador;
 Impressora;
 Câmera digital.

• Período de realização:
 1 semana ( será trabalhado nas aulas de português, artes, espanhol).

• Proposta das etapas ações:
As ações serão desenvolvidas durante a semana de aula.
 segunda-feira:
convidar os alunos para irem ao laboratório, deixando-os livremente;

mostrar outros espaços (lugares) que se pode navegar, deixá-los conhecer;

 quarta-feira:
ler um poema;
convidar os alunos a pesquisarem outros autores, seus poemas ou mensagens em português e espanhol no laboratório de informática da escola que possui softwares educacional.
Selecionar alguns de português e outros de espanhol e imprimi-los.

 sexta-feira:
Escolher um poema ou mensagem em português e outro em espanhol do que foi pesquisado;
Escolher um para recitar e outro para representar através de desenho;
O recitado será gravado na câmara digital da professora;
O desenho será desenhado no computador do laboratório e imprimido;


UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E
TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO
PÓLO DE HERVAL

CURSISTA: Jislaine Rodrigues Dias


Projeto

Identificação da escola:
Escola: E. M. E. F. Padre Libório Poersch
Endereço: 13 de maio – Herval

Tema da proposta:
Preservação do meio ambiente


Objetivos:
 Reconhecer a importância da preservação do meio ambiente;
 Identificar os tipos de riquezas naturais existentes em nosso país;
 Reconhecer os diversos tipos de poluição;
 Conhecer a interferência negativa do ser humano no ambiente.

Justificativa:
Considerando que o meio ambiente é fundamental para a sobrevivência de todos os seres vivos, sendo necessário que os alunos se conscientizem das atitudes que podem adotar para contribuir na preservação do mesmo, sendo assim justifica-se o presente projeto.

Público:
4º ano

Mídias e tecnologias a serem utilizadas:
 Televisão, DVD, jornais, revistas

Proposta preliminar:
Ações a serem realizadas a fim de despertar a curiosidade para o tema a ser abordado:
1. Conversa com os alunos;
2. Assistir ao filme sobre as riquezas naturais;
3. Pesquisar ações cotidianas que podemos adotar para contribuir na preservação do meio ambiente;
4. Confecção de cartazes e panfletos sobre os cuidados que devemos ter com a natureza;
5. Caminhada com os alunos em um lugar público entregando panfletos, enfatizando atitudes que contribuem para preservação da natureza e evitar a poluição das ruas.
6. Recortes de jornais (figuras) sobre a ação do ser humano no meio ambiente;
7. Estimular os alunos a fazer um desenho que represente as riquezas naturais mostrada no vídeo;
8. Organização de uma exposição com os trabalhos dos alunos dentro da sala de aula.
Período de realização: 28 a 31 de março.

Nossos primeiros trabalhos II...

Módulo Introdutório - Integração de Mídias na Educação

Etapa 2 - Atividade 3 – Proposta de uma ação pedagógica com uso das Tecnologias e Mídias em sala de aula

Esta atividade envolve a elaboração de uma proposta de ação pedagógica para ser desenvolvida em sala de aula, integrando o uso de mídias e tecnologias. É importante que essa proposta seja feita, considerando a viabilidade de ser concretizada durante o período de 2 (duas) semanas no contexto da escola.

Como fazer:
analise o contexto da sala de aula, considerando as tecnologias e mídias existentes na escola e a pertinência de integrá-las em uma atividade a ser desenvolvida com os alunos;
a partir dessa análise, elabore uma proposta de ação, contemplando os seguintes itens:
breve descrição da atividade pedagógica;
objetivo;
série/ano;
disciplinas envolvidas;
tecnologias e mídias a serem utilizadas;
resultados esperados.

Alguns trabalhos:

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO
PÓLO DE HERVAL

CURSISTA: Janice Avila Ricardo


ETAPA 2 - ATIVIDADE 3 – Proposta de uma ação pedagógica com uso das Tecnologias e Mídias em sala de aula

Projeto: Monteiro Lobato sob as lentes da Tecnologia
Público alvo: Alunos do 5º. Ano do Ensino Fundamental
Período de duração: 2 semanas
Disciplinas envolvidas: História, Geografia, educação Artística e Língua Portuguesa.


Objetivo Geral:
Este projeto consiste na utilização integrada das mídias como ferramenta durante o processo de aquisição do ensino e da aprendizagem dos alunos.

Objetivos Específicos:
• Possibilitar aos alunos conhecimento sobre a vida e as obras de Monteiro Lobato;
• Desenvolver o hábito pela leitura;
• Incentivar a pesquisa;
• Proporcionar o uso integrado das mídias;
• Proporcionar espaços de discussão.

Desenvolvimento:
1º. Semana:
Apresentar aos alunos o cronograma das atividades que serão desenvolvidas pelos alunos sob mediação do professor.
Solicitar aos alunos pesquisa histórica da vida do autor e ter conhecimento de suas obras. (Sugerir pesquisa em mais de uma fonte: revistas, livros bibliográficos e internet).
Dividir a turma em 3 ou 4 grupos e solicitar a escolha de uma obra, solicitar aprofundamento sobre a obra escolhida, realizar leitura e definir como será realizada a apresentação da obra para o restante da turma. (Sugerir como recurso: rádio, televisão, revista ou apresentação projetores digitais...).
2º. Semana:
Durante a semana serão realizadas atividades comparativas entre uma obra e outra, confeccionados cartazes com imagens sobre as obras, Será sugerido aos alunos que re-criem a história sob outra perspectiva, modernizando-a.
O projeto culminará com a apresentação em vídeo da obra Sítio do Pica Pau Amarelo, após será desenvolvida uma atividade de comparação entre a obra escrita e a adaptação para a tv.

Avaliação:
Tendo em vista os vários espaços que serão proporcionados aos alunos, busca-se com este projeto alcançar todos os objetivos propostos para estas atividades. Será satisfatório se todos os alunos participarem utilizando mídias e tecnologias com interesse e comprometimento.

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO
PÓLO DE HERVAL

CURSISTA: Mogar Damasceno Miranda


ETAPA 2 - ATIVIDADE 3 – Proposta de uma ação pedagógica com uso das Tecnologias e Mídias em sala de aula

PROPOSTA DE ATIVIDADE PEDAGÓGICA

DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE: dividir a turma em pequenos grupos espalhar o material, jornais e revista para que os grupos possam através das noticias e imagens fazer um retrato, da realidade social. Em seguida utilizando o mesmo material fazer um retrato da sociedade que gostariam de viver.
Após essa primeira etapa os grupos apresentam seus trabalhos e colam em um painel deixando certa distancia entre o retrato da realidade social atual e da sociedade desejada.
Em um segundo momento os alunos discutam nos subgrupos que problemas sociais precisam ser resolvidos para que a distância entre as duas realidades diminua, após construíram uma ponte no painel unindo uma realidade a outra representando nessa ponte as questões que devem ser trabalhadas para diminuir essa distância.
Finalizar com uma plenária onde possíveis alternativas e soluções pra a transformação social seja levantada pelos alunos.
A proposta será desenvolvida em dois planos de aulas.



OBJETIVO: Motivar os alunos a tomarem consciência da realidade em se que vive, refletindo os problemas sociais de modo a perceber as mudanças que desejam para transformar essa realidade sendo sujeitos dessa transformação.

PUBLICO ALVO: alunos do 2º ano do ensino médio da Escola Leonel de Moura Brizola –Pedras Altas-RS.

DISCIPLINA ENVOLVIDA: sociologia

TECNOLOGIAS E MIDIAS A SEREM UTILIZADAS: mídias impressas como jornais e revistas.

RESULTADOS ESPERADOS: que os alunos possam tomar consciência dos problemas da sociedade atual na qual fazem parte e que possam ser protagonistas da mudança em busca de uma realidade melhor para se viver, buscando alternativas e soluções possíveis.

BIBLIOGRAFIA UTILIZADA:
Subsidio para o ensino da sociologia, Mundo Jovem abril de 2011.

PLANO DE AULA 1

Objetivo e método:
Fazer com que os alunos identifiquem a realidade social através das noticias de jornais e revistas e a sociedade ideal para se viver, com a construção de retratos confeccionados com recortes das noticias apresentadas no material distribuído e em seguida em plenária formar um painel com o cuidado de colar os retratos da realidade atual distântes da sociedade ideal.

Material:
• Revistas
• Jornais
• Papel ofício
• Hidrocor

Desenvolvimento:
Apresentar a proposta de trabalho para os alunos e em seguida dividir a turma em subgrupos de 4 a 5 alunos.
Distribuir o material no centro da sala de aula para a confecção dos retratos.
Plenária com a construção de um painel.




PLANO DE AULA 2

Objetivo e método: Retomando o painel construído na aula anterior motivar os alunos a refletirem sobre os problemas sociais que distanciam a realidade social atual da sociedade ideal e em plenária construírem uma ponte no painel entre as duas realidades com os problemas que devem ser trabalhados para aproximar uma realidade da outra.
Finalizando a proposta pedir que em plenária os alunos levantem possíveis soluções e alternativas para os problemas colocados anteriormente e para que percebam que são protagonistas da mudança.


Material:
• Revistas
• Jornais
• Papel ofício
• Hidrocor

Desenvolvimento:
Apresentar o painel construído na aula anterior.
Pedir que os alunos retornem aos subgrupos para discutirem os problemas que distanciam as realidades presentes no painel.
Em plenária construir uma ponte no painel entre as duas realidades utilizando os problemas levantados, em seguida pedir para os alunos para discutirem alternativas e soluções para os problemas apresentados motivando-os a serem protagonistas da mudança.

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO
PÓLO DE HERVAL

CURSISTA: Maria Sar Correa


ETAPA 2 - ATIVIDADE 3 – Proposta de uma ação pedagógica com uso das Tecnologias e Mídias em sala de aula

Proposta de uma Ação Pedagógica com o uso das Tecnologias e Mídias em sala de aula.

Breve descrição da atividade pedagógica

O Estado Sólido:
É um dos estados físicos da matéria onde as partículas estão muito próximas umas das outras não permitindo mudança de lugar, apenas vibração, e por esse motivo a matéria em estado sólido apresenta forma e volume constante. Toda substância sólida é visível e pode ser substância pura ou mistura, apresentam um ponto de fusão constante quando for substância pura e variável quando for uma mistura.
Objetivos:
 Identificar e aplicar as principais características do estado sólido;
 Relacionar as propriedades dos sólidos com as características de alguns materiais;
 Identificar as relações dos conteúdos abordados com as disciplinas Física e Matemática.
Série/ano: 1ª série do Ensino Médio

Disciplinas envolvidas: Matemática e Física
Tecnologias e Mídias a serem utilizadas:
http://www.atomosybits.com/wp-content/uploads/2009/09/11-estado-solido.jpg
http://static.infoescola.com/wp-content/uploads/2009/09/gelocg.jpg
Roteiro da aula:

Fazer um círculo com os alunos e passar para eles vários objetos sólidos. Com os objetos na mão, pedir a eles para determinar se são flexíveis ou duros, se são maleáveis, se a forma e o volume podem mudar ou são fixos.
Após a verificação das propriedades citadas acima, é importante verificar outra que não é visível como a densidade, para isso é importante levar um pedaço de ferro, outro de alumínio e um pedaço de cortiça. Com uma balança, verificar o peso de cada um, logo após, colocar cada pedaço em uma proveta com um volume determinado de água, determinar o volume ocupado pelo objeto e calcular, junto com os alunos, a densidade usando a fórmula: d = m/v.
Resultados esperados:
Que os alunos participem e realizem as atividades propostas, respondam questões sobre os sólidos e possam explicar para os colegas as propriedades dos sólidos.

Nossos primeiros trabalhos...

Módulo Introdutório - Integração de Mídias na Educação

Etapa 1 - Atividade 3 - Análise de sugestão de aula

Um dos grandes desafios para os educadores é a integração das diferentes mídias nas atividades pedagógicas. Vamos conhecer, no Portal do Professor, como alguns professores planejam utilizar os diferentes recursos tecnológicos de que dispõem em sua pratica pedagógica? A atividade deve ser feita individualmente.

Como fazer:

A atividade deve ser feita individualmente.
• Acesse o Portal do professor
• Localize a opção Espaço da Aula
• Clique na opção Sugestões de aulas
• Navegue pelas sugestões de aula e selecione uma delas para análise. Caso não esteja conectado à Internet, clique nos links a seguir para conhecer algumas sugestões de aulas previamente selecionadas para análise:
o Clique aqui para acessar a sugestão de aula O Rio e a paisagem
o Clique aqui para acessar a sugestão de aula Viagem ao fundo do mar
o Clique aqui para acessar a sugestão de aula O Bafômetro e o Número de Oxidação


• Elabore um documento sobre a sua análise em um processador de textos, contendo:
1. Nome da sugestão de aula analisada;
2. É previsto o uso tecnologias e/ou de diferentes mídias? Quais?
3. O que você gostaria de perguntar ao professor que desenvolveu essa sugestão?


Alguns trabalhos:

IFSul - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense
Universidade Aberta do Brasil
Pós-graduação Lato Sensu em Mídias na Educação
Pólo: Herval

Cursista: Jésica Hencke


 Etapa 01 – Atividade 03 – Análise de Sugestão de Aula

1. Sugestão de aula analisada:
Viagem ao fundo do mar
Elaborada pelo professor Ronaldo César de Oliveira Paula, do Distrito Federal, da Secretaria Estadual de Educação do Distrito Federal, tendo como co-autor José Eduardo Martins.

2. É previsto o uso de tecnologias e/ou de diferentes mídias? Quais?
A proposta de aula prevê um trabalho integrando teoria e prática, ao valer-se de recursos cotidianos como garrafas pet e midiáticos a rede internacional de computadores com programas computadorizados, todos embasados na articulação do conceito, debate e vivência.
Se tivermos a noção de tecnologias como atividade do domínio humano, embasadas no conhecimento de um processo ou manuseio de ferramentas, como a possibilidade de acrescentar mudanças aos meios naturais, teremos nesta aula, os seguintes recursos tecnológicos:
• 01 garrafa pet;
• 01 ampola de vidro vazia;
• Computadores com o programa ou objeto de aprendizagem virtual: “Hidrostática”, experimentando-a.
Além de textos impressos ou virtuais para pesquisa, a água que é um recurso natural, mas chegam às torneiras através de um processo mecânico elaborado tecnologicamente, é visto que deveras não reparamos o quanto valemo-nos dos objetos manipulados tecnologicamente, nem tampouco damos o devido valor as estruturas midiáticas, apenas consideramos como recursos o suporte de difusão, veiculação da informação dos aparatos físicos e tecnológicos, deixando de considerar o sentido primo de mídia que é meio, um subsídio para agir mediante nossas propostas educacionais.

3. O que você gostaria de perguntar ao professor que desenvolveu essa sugestão?
Num primeiro momento gostaria de considerar a proposta da aula prática e interessante, ao valer-se de recursos simples do cotidiano, provavelmente se este é um tema recorrente para a localidade na qual a instituição educacional se encontra. A experiência com a garrafa pet e a ampola esclarecem o dilema do submarino não naufragar, mas a dúvida presente é: não foi muito complexo explicar os temas? Como os alunos conseguiram articular o conceito proposto? Tornou-se como um jogo de computador averiguar as medidas e as propostas? O registro foi eficiente? Os alunos demonstraram uma aprendizagem significativa?
Ao meu ver, observando a proposta da aula, sendo completamente leiga no assunto, acredito que os alunos obtiveram uma aprendizagem com sentido, pois além de ler, pesquisar sobre o tema, debater, puderam aprofundar seus conceitos ao envolver a ação prática tanto manual quanto a digital.

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL
INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE DE PELOTAS
PÓLO DE HERVAL

CURSISTA: Begssie Victória Vieira López


Etapa 1 - Atividade 3 - Análise de sugestão de aula

Elabore um documento sobre a sua análise em um processador de textos, contendo:

1- Nome da sugestão de aula analisada;

Resposta:
Ruth Rocha e sua obra
Autor Fernanda Maurício Simões
BELO HORIZONTE - MG ESCOLA DE EDUCACAO BASICA E PROFISSIONAL DA UFMG - CENTRO PEDAGOGICO

2- É previsto o uso tecnologias e/ou de diferentes mídias? Quais?

Resposta:

Sim, ela usou a sala de informática , onde as crianças devem entrar na internet e acessar o site:
http://www2.uol.com.br/ruthrocha/historias.htm
http://www2.uol.com.br/ruthrocha/home.htm)
http://www2.uol.com.br/ruthrocha/historiadaruth.htm)
http://www2.uol.com.br/ruthrocha/cruzadinhas.htm
http://www2.uol.com.br/ruthrocha/livros.htm


3-O que você gostaria de perguntar ao professor que desenvolveu essa sugestão?

Resposta:

Bem, para começar eu diria que foi uma aula muito criativa, com o uso da sala de informática e da internet. As atividades também foram bem boas.
Como foi a primeira ida ao laboratório de informática?Eles acessaram o mesmo computador, já que foi sugerido a mesma história para todos?
Na atividade 1.3 o site é só para o aluno saber quais são os livros da autora? Na biblioteca eles usaram livros reais para fazer a leitura, já que o site não disponibiliza , pelo que vi, imagens da história? Cada aluno usou um livro diferente? Se sim, foi muito criativo.

Nesta parte da aula você deixa a dica:
¨Se possível, é importante que as crianças escolham um livro da autora para pegar emprestado e ler em casa. Quando o trouxerem de volta, deverão contar ou ler a história para os colegas e, ao final, dizer se gostaram da obra, justificando sua resposta.¨
Também poderiam fazer um resumo escrito do livro, com as partes que gostaram mais, não é? Assim estaremos trabalhando com eles a escrita espontânea, mas como essa atividade é muito importante para a construção da escrita devemos fazê-la em aula e de forma individual; quero dizer,cada um faz o seu, mas sempre podemos(colegas e professor) ajudar.
Na atividade 2 , sobre a biografia de Ruth Rocha:
Na parte que você fala:
¨ Se preciso, esclareça possíveis dúvidas em relação a palavras desconhecidas.¨
Esse esclarecimento seria só oral ou existe algum cantinho da aula onde eles podem escrever as palavras novas? É muito importante trabalhar todo tipo de texto, no caso da biografia não seria interessante que cada um escrevesse a sua biografia, no final dessa atividade?
Atividade 3.2 Resolvendo Cruzadinha, você diz:
¨Esta atividade é importante para auxiliá-los a pensarem nas relações entre grafemas e fonemas, pois terão que preencher o número exato de quadradinhos para a escrita de cada palavra¨.
Não seria para saber quantas letras tem cada palavra?
A aula tem atividades bem criativas, mas acredito que faltou o mais importante, a escrita espontânea.

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL
INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE DE PELOTAS
PÓLO DE HERVAL

CURSISTA: Ana Cleonice Silva


Etapa 1 - Atividade 3 - Análise de sugestão de aula

Elabore um documento sobre a sua análise em um processador de textos, contendo:

1. Sugestão de aula analisada: O Rio e a paisagem

Analisando a sugestão da aula em questão, observei que as estratégias que o professor utilizou na sua ação pedagógica, reuniu atividades diversificadas que exigiram o comprometimento dos alunos na busca do conhecimento e sua respectiva relação com o cotidiano, além de conscientizá-los dos malíficios que as ações humanas estão provocando na natureza.

2. É previsto o uso de tecnologias e/ou de diferentes mídias? Quais?

Percebi que o professor fez uso de várias mídias, objetivando envolver seus alunos, como por exemplo: vídeos, datashow, computadores etc...

3-O que você gostaria de perguntar ao professor que desenvolveu essa sugestão?

Gostaria de saber do professor, se houve algum tipo de resistência a proposta de ensino?

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Um blog para seguir....

Oi Pessoal,

existem vários blogs sobre Mídias na Educação, mas este é muito bom!!!
Link: http://midiasnaeducacao-joanirse.blogspot.com/2009/08/indice-do-curso-midias-basico.html

terça-feira, 21 de junho de 2011

Somos aquilo que recordamos e também.. o que esquecemos

Mensagem enviada pelo nosso Coordenador Cesar Machado

CNPq: 60 anos de ciência


O neurocientista Iván Izquierdo, ganhador do Prêmio Almirante Álvaro Alberto do CNPq, afirma que excesso de informações e ruídos da nossa sociedade vem afetando a saúde mental.
Por quê precisamos inibir ou esquecer certas lembranças para poder viver bem? Nossa capacidade de armazenar memórias é saturável ou não? E por quê muitas vezes temos dificuldade de lembrar coisas consideradas importantes, mas memorizamos com certa facilidade piadas, banalidades e músicas que nem gostaríamos de lembrar? Decidido a desvendar estes e outros tantos mistérios da biologia da memória, o neurologista Iván Izquierdo, reconhecido como um dos maiores pesquisadores do mundo nesta área, vem desenvolvendo há mais de 45 anos, estudos científicos com o intuito de entender como funcionam os mecanismos deste complexo labirinto da memória.
Sabe-se que a memória é uma intrigante faculdade mental que nos permite registrar, armazenar e manipular as informações obtidas através de experiências vividas. Geralmente esta nos remete ao "passado", pois tudo que faz parte da memória já ocorreu, porém a memória também compõe o nosso presente, pois é com esta capacidade que interagimos com o mundo e com os outros. Sem esta função nós não iríamos identificar nada, ou melhor, não teríamos sequer noção de identidade, já que para saber o que somos é preciso saber o que fomos.

Esquecer para viver

Para o especialista Iván Antônio Izquierdo, coordenador do Centro de Pesquisas da Memória da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, a memória é tão imprescindível ao homem quanto o esquecimento de certos dados, fatos ou acontecimentos. Em seu livro "A Arte de Esquecer", o pesquisador pontua ser necessário "apagar" algumas lembranças para nosso bem estar.
"De fato, é preciso esquecer, ou pelo menos manter longe da evocação certas lembranças que nos perturbam, como aquelas de medos, humilhações, desencantos amorosos e outros maus momentos. Já pensou se nos lembrássemos de todos os nossos fracassos? Passaríamos metade da vida nos remoendo. Para nossa paz de espírito, por meio de um mecanismo de autoproteção, o cérebro simplesmente inibe determinadas memórias, um fenômeno que os psicanalistas chamam de repressão. E isso ocorre o tempo todo, mesmo sem percebermos", afirma.
O cérebro humano, apesar de ser fantástico processa e armazena informações de forma limitada. Para reter novos dados a mente precisa de intervalos de descanso e também deixar de lado memórias supérfluas. Seria incrível caso nos lembrássemos de cada palavra, som, gesto, imagem, cheiro ou cada sensação que passa ao longo das nossas vidas, porém nosso cérebro não consegue armazenar tantos dados assim.
Para Izquierdo, a arte de esquecer é um dos fenômenos mais importantes da memória, já que possibilita a mente abrir novas janelas para abarcar mais informações. "Se nos lembrássemos de tudo, não teríamos como lembrar ou aprender coisas novas, já que existem memórias que nos impedem de adquirir outras novas ou lembrar de outras antigas, mais importantes, por isso é preciso que a mente elimine lembranças consideradas desnecessárias ou reprimir algumas delas", afirma.
O pesquisador pontua ainda a importância dos intervalos de descanso da mente para recompor a capacidade de absorção do conhecimento. "Sabe-se que o ser humano apresenta oscilações em sua capacidade de atenção, cujas ondas duram aproximadamente noventa minutos. Logo após absorver um certo número de informações consecutivas, dependendo da densidade, precisamos de um descanso para metabolizar tais dados", ressalta.

Emoção e suas marcas

Todo mundo se lembra do que estava fazendo quando morreu Ayrton Senna, mas porque será que ninguém se lembra do que fazia algumas horas antes do ocorrido? Provavelmente as pessoas se recordam do momento porque se emocionaram com o infeliz fato, mas não se lembram do que fizeram horas antes da morte, pois estas lembranças não tocaram seus sentimentos. O neurocientista explica que isto ocorre, pois a memória fixa muito melhor emoções do que fatos, já que as vias nervosas são extraordinariamente reguladas por emoções e sentimentos.
"A emoção é acompanhada pela descarga de dopamina e de noradrenalina em certos lugares do cérebro, que se incorporam na memória. Então, toda a vez que, por algum motivo, essas substâncias forem liberadas e se mantiverem no cérebro, a tendência é lembrar de coisas que apreendemos sob a influência delas". Segundo ele, é por este motivo que memorizamos com maior facilidade assuntos que gostamos, recordações que mexem com as nossas emoções, ou mesmo besteiras que nos chocam. "Uma besteira apreendida sob emoção será melhor lembrada que uma genialidade apreendida com indiferença", declara Izquierdo.

Mundo esquizofrênico

Por mais que a memória humana seja muito ampla e resistente, o especialista afirma que a nossa memória atualmente trabalha no limite, principalmente por causa do excesso de informações e ruídos da nossa sociedade. "Há 90 anos, o fundador da Neurociência moderna, Santiago Ramon y Cajal já se queixava que o excesso de estímulos e de informação tornava a vida difícil e em pouco tempo a tornariam impossível, pelas rádios a galena, os carros, os ônibus e seu barulho, etc. Noventa anos se passaram e hoje estamos vivendo no meio da balbúrdia generalizada, somos bombardeados por informações, vindas da televisão, dos aviões, computadores, ipod, ipad e outras coisas mil. Até agora não chegamos ao limite do que nossa memória de trabalho pode suportar, porém já percebemos que todo este ruído vem afetando e muito nossa saúde mental", diz.
Em seu livro "Silêncio, por Favor", Izquierdo defende a necessidade de escapar muitas vezes deste ambiente cheio de ruídos para conseguir pensar e articular-se com profundidade. "O ruído não é só auditivo, é visual, linguístico e multisensorial. O ruído não nos deixa distinguir os sinais que realmente nos interessam e por isso nos incomoda. Afirmo que não são os estímulos em si que nos perturbam, pois os humanos estão ai para receber, analisar, filtrar e guardar informações, o problema é que estamos construindo um mundo no qual o principal hoje é o ruído e não os sinais".
Para ele, as pessoas vêm absorvendo desenfreadamente tantos códigos, valores, ícones e imagens que acabam por não conseguir pensar com profundidade em quase nada, o que atrapalha paralelamente a memorização, a percepção e a sensibilidade. Nesse sentido, Izquierdo afirma que é preciso selecionar os sinais em meio a tantos ruídos, que só poluem nossa mente. "Temos que discriminar informação de ruído, separar o joio do trigo, tanto para evitarmos absorver coisas que não valem a pena ser evocadas, saturando o cérebro de mediocridades, como também obtermos mais qualidade de vida, já que teremos mais tempo para fazer o que realmente importa, como, por exemplo, amar, pensar, ser nós mesmos", finaliza.

Ivan Izquierdo
Autor de 11 obras e mais de 600 artigos científicos sobre a biologia da memória, Izquierdo foi agraciado este ano com a mais importante honraria em ciência e tecnologia do Brasil, o Prêmio Almirante Álvaro Alberto para Ciência e Tecnologia. Médico e pesquisador argentino, Izquierdo obteve nacionalidade brasileira em 1981, e fez grandes descobertas, como os principais mecanismos moleculares da formação, evocação, persistência e extinção das memórias, a dependência de estado endógena, a separação funcional entre as memórias de curta duração e longa duração.

___
Assessoria de Comunicação Social do CNPq
comunicacao@cnpq.br

Uma retrospectiva....


Nossa turma começou as atividades em 28 de fevereiro de 2011.
E neste primeiro momento faremos uma retrospectiva de tudo que vivemos até aqui....

segunda-feira, 20 de junho de 2011